24/05/2021 Em Direito Civil

Cobertura do exame PET-SCAN em tratamento oncológico pelo plano de saúde

O câncer é uma das enfermidades que mais tem acometido pessoas em todo o mundo. Existem diversos tipos de câncer e muitas opções de tratamento disponíveis, sendo que com o avanço da medicina, a cada dia surgem novos tipos de tratamentos. Porém, alguns tratamentos geram dúvidas quanto a cobertura por parte dos planos de saúde.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2019 foram estimados mais de 600 mil novos casos no Brasil, sendo os mais comuns o de próstata, pulmão, mama, cólon e reto.

Diversos pacientes em tratamento oncológico necessitam se submeter ao exame PET-Scan ou PET-CT, por indicação médica, mas encontram óbice em sua cobertura, por parte das operadoras dos planos de saúde.

Referido exame mostra-se essencial aos pacientes em casos de suspeita de câncer, pois, por se tratar de uma modalidade de diagnóstico por imagem, permite mapear, com extrema precisão, por meio de tecnologia digital, diferentes substâncias químicas radioativas no organismo e, inclusive, verificar o estágio do tumor.

Ademais, os tratamentos oncológicos prescritos por médicos especialistas devem ser cobertos pelos planos de saúde, cabendo ao médico assistente direcionar qual o tratamento e não o plano de saúde. Os planos de saúde devem oferecer exatamente o que o paciente necessita. Contudo, as negativas de cobertura para medicamentos e certas técnicas de tratamento são comuns, fazendo com que muitos pacientes tenham que recorrer à Justiça, obtendo liminares para o início imediato do tratamento prescrito pelo seu médico, capaz de gerar até mesmo indenização por danos morais

Fonte: https://www.jusbrasil.com.br/

Mª Gabriela de Morais Machado, sócia proprietária de Morais Machado Advogados.